soldados feridos podem servir ao Amor

A peça em ato único The Angel That Troubled the Waters (O Anjo que agitava as águas), de Thornton Wilder, baseada em João5:1-14; é uma dramatização baseada no poder de cura do tanque de Betesda sempre que um anjo agitava suas águas.

Um médico vai com frequência ao tanque, esperando ser o primeiro da fila e receber a cura de sua depressão. O anjo finalmente aparece, mas impede o médico no momento em que ele se prepara para entrar na água. Manda o médico se afastar, pois esse momento não é para ele. O médico implora por ajuda numa voz entrecortada, mas o anjo insiste que a cura não está destinada a ele.

O diálogo continua, e então o anjo fala profeticamente: “Sem suas feridas, onde estaria seu poder ? É sua tristeza que faz sua voz baixa estremecer dentro dos corações de homens e mulheres. Para falar aos miseráveis e desajeitados filhos da terra, nem mesmo os próprios anjos conseguem ser tão convincentes quanto um ser humano quebrado pelas rodas do viver.

Apenas soldados feridos podem servir ao Amor. Médico, afasta-se.”

Cristãos que se escondem continuam vivendo uma mentira. Negamos a realidade de nosso pecado. Numa tentativa inútil de apagar o passado, privamos a comunidade de nosso dom de cura.

Se dissimulamos as feridas por medo e vergonha, as trevas dentro de nós não podem receber a luz nem iluminar os outros. Nòs nos apegamos aos sentimentos ruins e nos martirizamos com o passado, quando o certo seria deixá-lo para trás…

Quando ousamos viver como homens e mulheres perdoados, nos unimos a outros médicos feridos e nos aproximamos de Jesus.

Nota:
O Trecho foi retirado do livro: ” O impostor que vive me mim” (Brennam Manning) – pg 30,31

Acho que agora faz mais sentido ler um post relacionado denominado Perguntas sobre o presente.

“Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.” (2Corintios 12:10)

” Nesse homem me gloriarei, mas não em mim mesmo, a não ser em minhas fraquezas.
… Evito fazer isso para que ninguém pense a meu respeito mais do que em mim vê ou de mim ouve.

Mas Ele (o Senhor) me disse: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza”.
Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim.”
(2Corintios 12:6;7;9)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s