Reeditando o filme carros – uma pequena cidade (igreja)

Há uma pequena cidade ao lado da rota principal dos carros.

Na rodovia principal todos querem espaço, um ocupar o espaço do outro, ultrapassar em pontos não permitidos, parece uma competição e não um meio (rodovia) pra se chegar a um outro lugar. Eles disputam espaço, velocidade e tempo… disputam o que não lhes cabe disputar, competem por uma vitória que não podem fazer por si só.

Algumas vezes, não podemos mensurar o “tamanho” dessas “algumas vezes”… pessoas precisam reduzir o ritmo na rodovia principal e entrar nesta pequena cidade. Elas dão se conta como é bela e como há um jeito diferente e bom de se viver.

Alguns param ali apenas para reabastecerem o tanque de combustível,

outros são forçados por problemas no carro, ou pneus furados.

Ainda há casos mais graves onde motores fundem, casos “quase” que perdidos… mas até estes casos encontraram solução ali.

Ah!!! Também há casos que carros “exuberantes” entram pelas portas da pequena cidade, belas latarias, belas pinturas, cristalinas… mas não abrem as portas e não mostram os estofados… estão podres, sujos…

Esta cidade não tem muitas propagandas, nem outdoors, nem publicidades. Se bobear, nem nos mapas e listas telefônicas podem encontrá-la.

CONTUDO, o discurso de quem entra ali é o mesmo: eu sempre voltarei aqui. Ah, também são típicas pessoas do interior que moram ali, recebem a todos muito bem. São calorosos nos abraços, nas risadas e nos sorrisos. Quem não gosta de ter um pouco de carinho com dozes de açucar de bom humor, de ser querido e aceito ?

A pequena cidade tem vistas incríveis, montanhas com visões de, ouso dizer, todo o mundo. É como se, ali, viajássemos por todo o mundo sem sair de lá. O choro que ouvimos a noite, transformam-se em alegria pela manhã… e mesmos nas noites tristes ouvimos canções, diria eu louvores entoados ao som de várias vozes, várias pessoas, que se reúnem e vão a frente; levantam-se e vão a frente… vão cantar… engrandecem e agradecem ao Deus que elas dizem que lhes têm proporcionado tudo isso.

Quero terminar minha reportagem dizendo que esta cidade me lembra de casa. Lembro de minha vó me falando de um homem que iria para sua terra construir casas porque todos que cressesm nEle poderiam ir morar lá. Ela me contava assim sobre Jesus e até hoje não me esqueci. Sei que aqui não é o céu, sei que tem homens maus e que alguns/muitos ainda não “se ajustaram” tanto assim… mas o que meus olhos viram fazem meu coração arder e me lembro do homem que andou sobre essa terra que minha vó me falava. Lembro que Ele está em um alto trono e será que não é Ele que nos está contando esta história ? Que está sussurrando em meu ouvido que há uma cidade, há um lugar assim que eu ainda não quis parar e ir lá ver ?

Volto para a Rodovia. Na certeza que voltarei sempre aqui neste lugar, agradecer e engrandecer a Deus junto com eles.

Nota:

Pensei no filme carros, a rodovia principal e aquele pequena cidade, aconchegante, com carros de todo o tipo, mas um bom lugar pra ir não querer sair mais.

Pensei na Igreja Betel, um lugar que Deus me levou para que pudesse ouvi-Lo, e crendo nEle, em Jesus, entender esse lugar maravilhoso que Ele tem preparado e colocado desde já me nossa volta as “fagulhas”. A Igreja E. Livre Betel faz 29 anos no último domingo de maio/2012 e essa é uma forma de dizer “Meus Parabéns”.

A pequena cidade do texto que escrevi… é uma “pequena” igreja. Talvez a sua, talvez a minha, com certeza a nossa.

Se as igrejas cristãs são portas para o céu, o “hall” de entrada, alguns maiores outros menores, devem comportar pessoas com o principal objetivo de levá-las ao ambiente interior Eterno (Céus). se ALGUNS HALLS cabem mais e outros menos, é um detalhe físico e humano. A igreja (edifício) é uma estrutura humana que (pode) se tornar porta para os céus (um lugar não físico para humanos) e o verdadeiro hall da entrada, a ante sala dos Céus (o lugar que moraremos com Jesus), esse hall verdadeiro independe do tamando da sua igreja local.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s