(7) Quero ajudar e ver os jovens vivendo Seus sonhos

Este é o 7º post da Série que me comprometi no último post de 2011 – Pra plantar e colher: 2012 e seus anseios, citei 12 tópicos para viver e buscar viver no ano de 2012. O propósito é a cada mês do ano, escrever pelo menos um post sobre um tópico, entre os 12 que escrevi como diretrizes para 2012.

Quero ajudar e ver os jovens vivendo seus sonhos com contentamento na terra, vivendo propósitos eternos.

E chega o tempo que te passam o bastão. O bastão está em suas mãos e então você começa a pensar, a orar, a direcionar suas ações para que nas sementes e na colheita, estas pessoas alvo do seu trabalho sejam abençoadas.

O que tenho visto?

1) busca pelo amor: tenho percebido desde a adolescência, a busca que os jovens tem por relacionamentos, digo namoro, ou comumente vivido, apenas curtição do momento, apenas ficar… e ficam, e deixam um no outro a alma, as emoçoes deflagradas, quebradas, e deixam aos poucos esperanças de relacionamentos sadios, e assim nessa rotina perdem a essência, suas identidades, esquecem quem são… se perdem no mundo e nas loucuras das emoções que não esclarem mas causam mais dúvidas…

2) querem curtir: são festas, começas com festinhas de amigos, que ainda novos acham bonito o que tá na moda, seja funk ou sei mais lá o que… vão curtindo. Tentando imitar os maiores de 18 anos. Os maiores já estão tentando superar seus limites, parecerem legais na galera, ousados, parecem fortesss e os MAIS DESCOLADOS, OS MAIS BEBERRÕES… nessa aí tá a galera que tá na faculdade, ou melhor, que está matriculado na faculdade, mas vive nos bares em volta e nas festas que permeiam o ciclo universitário.

a) os meninos, ainda novos, na adolescência vão explorando o aproveitar do momento, e ficando com várias meninas, se aproveitando… “destruindo corações” e, se tornam, hábeis nisso. Namoram? sim… mas tem outras formas de manter um relacionamento “sério” e outros pontuais.

b) as meninas, ainda novas, ainda sonham (algumas), com um cara… ainda com uma ilusão do cara ideal, e se baseiam muito pelo estereótipo de beleza. Ainda são facilmente seduzidas por palavras (como toda mulher) e enganadas sofrem… ainda sofrem… choram… se frustram… começam a duvidas mas poucas conseguem escolher certo. Ainda se rendem demais… querem sentir e sentindo muitas vezes criam GRANDES RASGOS NA ALMA. Disse (algumas) porque o que mais triste me deixa é ver que já na adolescência há aquelas que estão com baixo pudor, não sei se a música ou muito mais emvolta tem baixado o padrão de moral, de pudor. Me assustei e ver que em uma “festa” funk perto de casa, tinha uma pequena multidão de adolescentes (várias meninas) que representavam 60%/80% da festa… com roupas… micros!!!! : /

Do outro lado da estrada tenho visto outros jovens que me alegram, que se voltaram pra Jesus. Cada um com seu jeito, estilo, gosto de roupas e músicas… alguns jovens casados, outros solteiros, e alguns ainda adolescentes. Nem todos na mesma fase de maturidade, de relacionamento e conhecimento de Jesus… mas caminhando juntos, servindo na igreja, buscando a cada semana, e alvos mais próximos desse trabalho “nosso de cada dia”.

Pensando neles, nos mais novos, um dia lembrei da história de Daniel e seus amigos, juntos formavam 4 jovens. Acredito que eles ilustram essa fé na juventude. o desejo de querer ser diferente e Deus lhes concedendo toda condição e mostrando que ainda tudo que fizerem/viverem no mundo será melhor se estiverem com Deus.

E Daniel propôs no seu coração não se contaminar com a porção das iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não se contaminar. 

… (mais a frente, veja o que acontece com estes jovens)

Ora, a estes quatro jovens Deus deu o conhecimento e a inteligência em toda cultura e sabedoria; mas a Daniel deu inteligência de todas as visões e sonhos. Vencido o tempo determinado pelo rei para que os trouxessem, o chefe dos eunucos os trouxe à presença de Nabucodonosor. Então, o rei falou com eles; e, entre todos, não foram achados outros como Daniel, Hananias, Misael e Azarias; por isso, passaram a assistir diante do rei. 0 Em toda matéria de sabedoria e de inteligência sobre que o rei lhes fez perguntas, os achou dez vezes mais doutos do que todos os magos e encantadores que havia em todo o seu reino. (Daniel 1)

Por isso, abordando este tema, resumo-o assim:

a) Quero ver os jovens se casando: que o encontrem pessoas que os façam bem, que ame a Deus e conduza um ao outro ao que agradara ao Senhor. Formando familia e sendo fiéis.

b) Se separando dos maus desejos da juventude: vencendo as ‘guloseimas” pecaminosas da juventude. Breves sensações prazerosas que causam “arrombos na vida” e separam os jovens de Deus. Que eles possam desviar desses caminhos seguindo Jesus. Confiando e Esperando em quem tem o melhor pra nós jovens. Se cremos nEle e esperamos é porque acreditamos que Jesus nos dá o melhor que podemos viver nessa terra.

c) Quero participar das suas formaturas, das escolhas da faculdade, profissão.. No dia a dia, ao passar dos anos e novas fases. Quero ouvir de seus sonhos,  e contribuir a pensar, a não se influenciar por dinheiro ou riqueza desse mundo (isso passa). Mas serem guiados por valores maiores, por talento e pelo que fazem bem e com contentamento. Quero vê-los jogar a beca para o alto terminando uma nova fase. E, saber que focando no que  é lícito e necessário nessa terra, não ficam andando perdidos e escolhendo o que entristece a Deus.

D) Quero vê-los vivendo seus propósitos em Deus, agindo de acordo com o que sabem, com o que receberam de Deus, de acordo com a vocação. Quero ser abençoado por seus ministérios. Vou vê-los indo para outros países, vou junto por um tempo: pra isso dedicar um trabalho pra ensinar, para formar, para ser benção e canal de Deus. Mostrando a importância de servir, de contribuir, de ser o que é, e ajudar a se conhecer em Deus. Acima de tudo amando a Deus, e amando as pessoas como Jesus…

E) E a melhor parte, vendo numa fase de novas familias, até tornarem-se pais… Quero ver seus filhos, os batismos, os discípulos (é, realmente, é pra plantar mais em 2012, colher alguma coisa, e manter esse tópico para outros anos): estou disposto a andar junto, lado a lado, aprendendo e ensinando. Orando e pedindo perdão. Rindo muito junto mas chorando quando preciso for…

Crendo que Deus dá conforme lhe apraz, como fez na vida de Daniel, Hananias, Misael e Azarias; que assim possa ser na vida de muitos jovens que tenho aqui por perto, que assim seja na sua vida que lê e na vida jovens espalhados por todos este mundo.

Essa é a minha oração dedicada em palavras.

Qua haja Graça: não merecemos mas Jesus nos ama;

Que haja arrependimento: reconhecimento dos erros para pedir perdão a Deus;

Que haja amor: depois de provar do ser amado por Deus, e ter claro o perdão de Deus em nossas vidas, que façamos igual a Jesus ao amar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s