Ainda assim eu vou escrever…

OS GRITOS HUMANOS

(não sei como você enxerga o Deus invisível, Deus Pai. Porque Ele é a imagem de seu Filho Jesus)

sofrimento

imagine…

os olhos de Cristo na cruz, mostrando sofrimento

de fato sei que não viu, por isso escrevi imaginem

se puderem vejam as lágrimas caindo de seus olhos

se puderem pois elas se misturavam com seu sangue

se puderem pois elas entravam em suas feridas e não venciam um corpo deformado

É isso galera, Jesus sofreu como eu sofro, mas em uma proporção inimaginável….

enquanto que o pai chorava no céu por tanto amar você, deu seu filho para sofrer, morrer!

como nós apenas humanos….

“Assim, seu berço foi forrado com o capim que os animais comiam; na infância seus pais se refugiaram em um país estrangeiro; teve fome, passou por constrangimentos mil e acabou com a mesma sorte de milhões de negros, miseráveis e mulheres que padeceram sob poderes totalitários.

Entendo, entretanto, que o esvaziamento de Jesus não significou que, encarnado, ele tenha se desfigurado de sua absoluta identidade com o Pai.

O jeito, o caráter, os sentimentos, o comportamento, a maneira de ser de Deus foram plenamente expressos em Cristo – “o Pai vive em mim”. Jesus é a interface entre a humanidade e o Deus jamais visto.

O Pai não se manteve distante nos horrores da morte de seu Filho. No controverso filme de Mel Gibson, para mim, o momento mais contundente foi o quando Jesus morreu e uma lágrima caiu do céu; seu impacto na terra desequilibra o ambiente cobrindo tudo de trevas e lascando as rochas.

É no grito agonizante do Calvário que sabemos o impacto que as dores do mundo produzem no coração de Deus.

O sofrimento humano é exagerado. Quem conseguiria medir, pesar, enfim, conceber a dor das mães que já enterraram dois ou três bebês, mortos por diarréia ou por malária? Quem sabe a dor de um pai que vê seu filho morrendo devagarinho pela AIDS? Deus não só presencia, como tem com-paixão (sofre do lado) de todos.

o homem e fazendo que o homem participe do valor imenso do sofrimento oferecido por amor. Deus não é “a oculta parte contrária”, a quem se eleva o grito do sofredor e do desolado. Mas é, “num sentido mais profundo, o Deus humano, que grita no sofredor e com ele, e que intervém a favor dele com a própria cruz, quando o sofredor em seus tormentos emudece.

O homem de hoje é provado pelo sofrimento de sempre, é deixado sozinho no silêncio do Deus que foi declarado “morto”, é oprimido pela injustiça e pela iniqüidade. Esse homem tem necessidade do sofrimento, tanto quanto o homem de sempre

que responda ao grito do Deus agonizante e capte nele, abandonado, o sentido das dores do mundo.

O Deus que nos foi revelado tem a cara de Jesus. A mais alvissareira notícia que proclamamos não é só que Jesus seja idêntico a Deus, O Pai também é idêntico ao Filho.”

http://www.ricardogondim.com.br/Artigos/artigos.info.asp?tp=61&sg=0&id=1455 (Ricardo Gondim)

Entrem em ACERVO e vejam o texto completo: Teologia de um Deus crucificado

*****************************************************************************

Têm tudo a ver… a página com as estrelas, com a lua e é de noite.

Assim inicio esta página minha…

Que Deus os abençõe em nome de Jesus o Seu filho…

 

 

É sempre de noite

E nem sempre há estrelas brilhando no céu

Nem sempre eu as vejo por lá

Pode minha face sentir o frio do ar

Pode estar agradável como o final de um dia de verão

Não muda…

Não é o contexto do ambiente

Mas a rotina do dia

A somatória dos últimos dias

As expectativas das próximas semanas

As obrigações e as preocupações

Aquilo que me pede atenção

E na vontade de fazer o que é prioridade

Acabo vencido por mim mesmo

Pela responsabilidade e o compromisso que assumi…

 

Assim chego mais uma vez em casa

Onde há o silêncio de muitos que já terminaram suas jornadas

É o fim destas 24 horas

Falta pouco para uma nova história

Mas ainda não fiz o que queria

Ainda sinto forte a dor pelas horas “vividas”

Por esse dia que sugou todo o meu tempo

Sobrou sentimentos, desejos e um forte cansaço!

 

Aaaaah! Jesus. como queria escrever…

Como queria fazer minha comunicação

Mas ainda vou comer e quando vejo… não vejo mais!

São dias totais. Parecem animais, mas são normais.

As vezes torço por isso…

Quando as lutas acabam com tudo

Chegando ao ponto de ser maior que a rotina

Maior que a questão do tempo que foi dita

Quando não aparece um sorriso exposto no rosto

Quando a alegria parece que foi pra China

Ao chegar ao ponto de não conseguir nem falar

Uma, porque cansado não dá…

Ele sempre vence as conversas com Deus nestas horas.

Outra, porque escolho assim

Prefiro dormir… aceito este “fim” ou melhor…

Este novo começo

 

Dormir tem se tornado querer um novo dia…

 

Dormir tem sido fácil pois estou cansado, praticamente acabado…

 

Dormir tem sido uma prova de fé

Por crer que Deus é fiel

Pois suas misericórdias se renovam a cada manhã

 

“Graças ao grande amor do Senhor

é que não somos consumidos,

pois as suas misericórdias são inesgotáveis.

Renovam-se a cada manhã; (..)” (JEREMIAS 3:22,23)

Anúncios